Sala de Milagres

Sinopse

Um dia e uma noite na romaria de Bom Jesus da Lapa.


Sinopsis

A day and a night in the pilgrimage of Bom Jesus da Lapa


Festivais

  1. 8º Amazonas Film Festival (Menção Honrosa pelo Júri Oficial)

  2. II CachoeiraDoc (Menção Honrosa pelo Júri Jovem)

  3. Festival de Cinema de Taguatinga (Menção Honrosa pelo Júri Oficial)

  4. 22º Festival Internacional de Curtas de São Paulo

  5. Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte

  6. Festival Visões Periféricas - 2011

  7. Cine Futuro - 2011

  8. 11º Festival de Cinema de Goiânia

  9. 5º Mostra CineBH

  10. III Semana dos Realizadores

  11. Curta Cinema 2011

  12. 2º FESTIVAL NACIONAL DE CINEMA DE PETRÓPOLIS 2011

  13. 15ª Mostra Internacional do Filme Etnográfico

  14. 7ª edição do Festival Aruanda do Audiovisual Brasileiro

  15. Santa Maria Vídeo e Cinema 2011

  16. VII Mostra Conquista

  17. Festival do Júri Popular 2012

  18. Mostra Competitiva do 2º Festival de Cinema Baiano - FECIBA

  19. II Festival Lume de Cinema

  20. Festival do Audiovisual Luso Afro Brasileiro - FESTFILMES

  21. 6º Curta Cabo Frio

  22. 19º Vitória Cine Vídeo

  23. V Entretodos



http://www.filmespolvo.com.br/site/eventos/cobertura/1274


Por João Toledo

“Cláudio Marques e Marília Hughes, em seu novo curta Sala de Milagres, saem da Baía de Todos-os-Santos, e de todo seu legado africano, e pegam as rodovias esburacadas do oeste baiano rumo a Bom Jesus da Lapa para buscar um outro retrato da Bahia, uma outra voz. Lá, em meio à incrível peregrinação católica anual, no clima místico das enormes grutas e das pronunciações ecoantes dos padres, o casal de realizadores observa com um certo fascínio a assombrosa movimentação do mar de corpos que transita por aqueles espaços sagrados. O filme nunca se aproxima dos sujeitos, observa de uma distância respeitosa todas as movimentações; não quer dizer que esteja passivo diante delas, ou que as trate como sagradas, mas que abdica de interferir na medida em que reconhece a potência, diversidade, contradição e beleza das imagens por elas mesmas. 

Faz-se, então, um pequeno compêndio de situações, menos movido pela vontade de mapear aquele universo e mais motivado a descobri-lo, guiado pelo ritmo dos corpos e dos sons que ali propagam. Sobre essa imagem, é criada uma nova camada, que preenche de calor e humanidade todos aqueles corpos anônimos; escutamos às preces íntimas dos visitantes, na voz harmoniosa de Edgar Navarro. São lidos trechos de algumas das milhares de cartas depositadas na Sala de Milagres pelos romeiros. Em algumas, uma surpreendente coloquialidade no tratamento com Deus, um amigo íntimo. Em outras, conteúdo político, que ali se ampara no sagrado como se reconhecesse a utopia de sua demanda. Ouvimos aos pedidos de toda a Bahia, aos desejos de uma voz distante e muito pouco ouvida. Nos sentimos próximos, partilhamos de desejos semelhantes, nos compadecemos com os dramas terríveis, e também com os banais. Fazemos parte dessa romaria; ali nos divertimos, nos emocionamos e nos reconhecemos. 

* Vistos no 13o Festival Internacional de Curtas de BH

direção , roteiro e montagem | Cláudio Marques e Marília Hughes, fotografia | Marília Hughes e Nicolas Hallet, narração | Edgard Navarro, som direto | Cláudio Marques, edição de som e mixagem | Damião Lopes  direção de produção | Vanessa Salles
Brasil, documentário, 2011, 13 min

rua professor rômulo almeida, nº 8, acupe de brotas, 40320-290 – redacao@coisadecinema.com.br

contatocontato.html
textos e notíciascriticas/Arquivo.html
coisadecinema - filmesfilmes_ccinema_A_Infancia_de_Anastacia.html
iníciocriticas/criticas.html
quem somosquem_somos.html
criticas/Arquivo.html